TUDO NO ESCURO (2001)

Depois de fazer o maior sucesso nos anos 70, dirigida e estrelada por Jô Soares, a comédia, Tudo no Escuro, do inglês Peter Shaffer ganha direção de Marcus Alvisi, abrindo a temporada verão 2001, no Teatro Casa de Cultura Laura Alvim, onde fica em cartaz até abril. O autor é muito popular e universalmente montado. Seus maiores sucessos são: “Amadeus” que virou filme e “Equus”. Tudo no Escuro é conhecida como a farsa do século e é a mais montada e com sucesso garantido por onde passa.

A peça é uma comédia de situação, um verdadeiro vaudeville moderno. O riso vem da verdade da situação, sem apelações.

A peça conta a estória de Brindsley Miller (João Vitti), artista plástico jovem e talentoso. Terá nessa noite a chance de sua vida: receberá um milionário marchand (Jorge Maurílio), para conhecer sua obra e o coronel Melkett (Marcelo Escorel), pai de sua noiva Carol (Juliana Teixeira).

Para impressioná-los, o casal “pega emprestado” algumas peças caras e estimadas da mobília do vizinho Harold (Rubens Araújo), dono de uma loja de antigüidades chinesas.

De repente, a queima de um fusível gera um longo blecaute!!!! Para completar a confusão, entram em cena D. Furnival (Sylvia Bandeira) vizinha solteirona e de meia idade; Cléa (Maria Maya) ex namorada de Brindsley e o técnico da companhia de luz: Schuppanzing (Leandro Hassum) um refugiado alemão. A confusão está armada! A escuridão é luz e vice-versa, fazendo com que o elenco atue como se estivesse no escuro, quando o palco está todo iluminado.

Histórico de Temporadas
Rio de Janeiro - Teatro de Cultura Laura Alvim (janeiro a abril de 2001)
São Paulo - Teatro TBC (abril a maio 2001)
Rio de Janeiro - Circuito SESC (Junho de 2001)
Brasília - Teatro Nacional Claudio Santoro - Sala Martins Pena (julho 2001)
Ficha Técnica
Elenco - João Vitti, Juliana Teixeira, Jorge Maurilio, Marcelo Escorel, Maria Maya, Leandro Hassum e Rubens Araújo
Participação especial - Sylvia Bandeira
Autor - Peter Shaffer
Tradutor - Roberto de Cleto/ Marcus Alvisi
Direção - Marcus Alvisi
Cenário - Luiz Stein/ Cristiana Tavares
Figurino - Bizza Viana
Visagismo – Chiquinho Morgado
Iluminação - Carlos Lafert
Assessoria de Imprensa - Vanessa Cardoso/ Daniella Calvalcante
Realização - Nova Bossa Prod. Culturais
Produção - Juliana Teixeira